terça-feira, agosto 09, 2005

em contagem decrescente




falta pouco para descer por uma corda até á praia e tocar a agua verde de azul do sol, do vem e vai das marés que fazem descobrir recantos e encatos atraz das rochas.

semi-cerro os olhos mais uma vez e mais uma vez esqueço-me de mim e apenas estou contigo a meu lado, em cada brisa, em cada escultura anónima de xisto empilhado, em cada pedrinha que se solta da falésia, em cada pôr do sol que recorta as silhuetas em preto e cor, em cada chuva de estrelas ao sabor do tinto da noite e da brisa quente do grito do momento descoberto em cada bater do coração...

3 comentários:

Quem? disse...

Deixas o meu coração sem fôlego...

*

Anónimo disse...

Apaixonado?

Monastero disse...

Onde é a praia?