quarta-feira, novembro 22, 2006

diamanda galás e a diva cá de casa



o concerto de ontem foi mesmo muito bom, pena deixado um grande gosto na boca de mais...

nada melhor para homenagear uma diva do que com outra, aqui ficam mais duas musicas da nossa diva cá de casa, natália de andrade

- nem dá gosto assim vestir -link



- rouxinol -link

6 comentários:

Quem? disse...

Aahhhhh..bem me parecia!
Eu de facto bem estranhei ontem não ouvir: o nossso amoréeeeeeeee veeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeerrrrrrrrdeeeee, veeeeeeeeeerde

ahahhaha
;)

INDIGENTE ANDRAJOSO disse...

hehehe, ela só não conta "o nosso amor é verde" porque ainda ninguem lhe mostrou... acho que lhe vou mandar um mail

Anónimo disse...

eu já nem tenho gosto de me vestir assim. :-D

como deste com esta senhora?

Z

carlopod disse...

pois é, ainda não me tinha ocorrido que uma é o alter ego da outra. a sodôna natália é uma mítica pérola da desafinação e vestida de viúva e com umas unhas postiças dava uma diamanda portuga do melhor.
ninguém nega que era uma diva e ela bem o sabia, aliás consta que disse uma vez, início de citação, "a maria callas, ao pé de mim, não sabe nada", fim de citação.

INDIGENTE ANDRAJOSO disse...

ainda aqui, o nosso amor é verde http://indigenteandrajoso.blogspot.com/2006/09/o-ataque-dos-clones-ou-as-primas-divas.html#comments

allaboutheforest disse...

há ainda uma história fantástica sobre a gravação de uma fita. Em estúdio, a equipa de produção, sempre que a Natália principiava a cantar, começavam a rir e não conseguiam parar.

não conseguiam parar mesmo e nós acreditamos. de facto é uma criatura absolutamente surreal. diria mesmo que o Cesariny não a soube aproveitar.