quinta-feira, setembro 20, 2007

para que servem as freiras?

nuns having funn - imagens do google


estive a ler um artigo, na única do diário de notícias, sobre carmelitas descalças e fiquei com algumas questões na cabeça…

estou a falar de cor e sem posterior bibliografia, por isso podem haver umas incorrecções

a maior questão de todas que quero colocar é, para que é que servem as freiras?

bem sei que há mil e uma “ocupações” no mundo que não servem rigorosamente para nada a não ser o deleite pessoal, mas nas freiras a coisa faz em mil certa espécie…

supostamente os votos ditam uma vida de clausura em que apenas se tem contacto com o exterior para ir ao hospital ou para ir à mesa de voto, de resto passam o tempo todo fechadas no convento, a maior parte do tempo em silêncio ou em fala controlada.

devoção e casamento com o patriarcado de deus…

sei que é demasiado simplista reduzir esta questão a uma mera pergunta tão parva com esta, mas pronto eu sei que também sou um bocado parvo…

mas para quê?
para que servem?

dizem que e eterno amor que sentem a deus

pelo que li, não fazem obra social, não ajudam a acabar com a fome em africa, não fazem serviço humanitário, não ensinam a não ser si próprias, não tem contacto com o exterior, não veem televisão (a não ser para ver o enterro do papa) nem lêem jornais mas têm pagina de Internet, o contacto com o exterior é proibido… assim uma espécie de grande casa do big brother, ou uma fortaleza do ultimo segredo…

não estou a falar de todas as freiras e principalmente não estou a falar daquelas que vivem em perfeita comunhão com a sociedade, seja nas escolas, apoio social, apoio espiritual, toxicodependência, etc…

não tem nada de mal uma pessoa escolher viver eremitário num munto-ilha dentro de outro mundo, renegar a contemporaneidade e abarcar no seu ventre um suposto deus-todo-poderoso, eterno segredo guardado do mundo vil exterior

quem controla a relação de fora para dentro? Se deus sempre foi morto por Nietzsche alguém lhes diz? Será que querem saber?

sei que é fácil recorrer à imagética da piada fácil das freiras pervertidas, ou das iniciações feitas pelas madres ás noviças, então e depois?

será que as suas orações e amor altruísta contrabalançam o caos cá fora? Será que há mesmo amor altruísta sem haver forma de o canalizar? Será uma outra forma de niilismo?

folclore à parte, em que ficamos?

para que servem então as senhoras?

5 comentários:

purita disse...

tens que lhes perguntar, elas sabem de certeza!com sorte apanhas uma que não fez voto de silêncio também!:)

Patrícia disse...

olá...
tenho uma amiga que costuma ir de fim-de-sema em forma de retiro espiritual para um convento de freiras.
é uma maneira económica de sair da rotina. é um reset puro...
não sei se responde há pergunta mas é uma das suas missões!
cuidar dos que necessitam.
;)
Abraço.

carlopod disse...

o José Vilhena da Gaiola Aberta é que tinha sempre boas teorias sobre para que é que servem as freiras.

parabéns pelo novo blog, não foi só a estética que mudou.

indigente andrajoso disse...

:-)

subtilezas disse...

ahahahah, eu n posso deixar de dizer que também devo ser parva;)