quarta-feira, janeiro 14, 2009

palhaços e palhaçadas...

foto daqui


recebi por mail uma noticia que passo a transcrever apenas uma parte:

"Os jovens com idades entre os 18 e os 35 anos que se encontrem desempregados ou à procura de emprego e possuam qualificação na área da cultura vão poder, este ano, candidatar-se a 200 estágios no estrangeiro em várias áreas: artes visuais; artes do espectáculo, dança e música; escrita e edição; design (industrial, de moda, gráfico, etc.); cinema e audiovisual; arquitectura e restauro; cruzamentos artísticos; gestão de áreas artísticas, indústrias criativas e marketing; serviços educativos e actividades artísticas em meio educativo...."

pode se ler o resto da notícia aqui

mas não é bem por esta iníciativa que aqui escrevo, escrevo por causa do primeiro comentário, que também transcrevo:

"Claro, o que mais falta neste momento no país são palhaços ! No tempo do Salazar Solnado e Badaró davam conta do recado. Apesar da guerra colonial e do tom cinzento dos políticos de então, iam arrancando a custo umas risadas ao povo alheado das maravilhas do mundo exterior. Agora a tarefa é mais dificil ! E nem Baião nem Herman já conseguem fazer rir este povo que depois de ter sentido o aroma de "la bella vita", lhe dizem : "... é bom mas não é para ti !" . A D.Paula Guimarães tem razão . Temos uma nova forma de descriminação ; baseada na idade ! Hoje não há lugar para maiores de 35 anos ! Mas não é só nas artes ! As empresas não querem seniores que não alinham no jogo do "burro e da cenoura" e outras tretas infantis que com jovens resultam lindamente! Mas palhaços fazem sempre falta aos governantes, já César o sabia : "Panem et Circenses"

que pode ser lida no seguimento da mesma notícia


na altura fiz um comentário a mostrar a minha opinião, mais uma vez, não tanto à notícia mas ao comentário transcrito em cima, na altura o comentário ia longo, fazia referencias metafóricas do mesmo calibre com que são feitas as referências a "palhaços", metafóricamente falei em "grunhos" sem nunca ofender ninguém, mesmo sem nunca ter andado na escola com o senhor do comentário, tratava-lo por "tu"... pedia-lhe desculpas por isso... manias...

a ligação dizia "em espera..." e o comentário não foi...

fiz um segundo, sem dizer muito, apenas mais algumas metáforas...

a ligação dizia "em espera..." e o comentário não foi...

por isso aqui escrevo, e não vejo necessidade de repetir os comentários que não foram, as pessoas que visitam este canto pensam por sí e de certo partilham, a grosso modo, a mesma opinião que eu...

3 comentários:

Black Angel disse...

partilho a tua opinião.
continua..

Maldonado disse...

Subscrevo o que dizes.
Esta medida é meramente propagandística, pois não resolve as lacunas da cultura no nosso país, a qual tem sido sempre relegada para segundo plano pelos nossos governantes.

indigente andrajoso disse...

maldorado, penso que não percebeste mesmo o que eu queria dizer...

ps. não acredito que uma medida do governo vá mudar alterar a lacuna da cultura.