quinta-feira, março 26, 2009

perguntar não ofende #13

foto algures da net

vamos fazer um exercício, imagina-se que estão a fazer um passeio, agora imaginem que nesse passeio avistam uma paisagem belíssima, agora imagem que essa paisagem é vista de cima de uma ravina, agora imaginem que ao chegarem à beira dessa ravina há uma derrocada, agora imaginem que a derrocada os faz cair pela ravina, imaginem que nesta altura estão entre a vida e a morte pendurados num ramo, agora imaginem que mesmo ao vosso lado atiram lá de cima uma corda que os poderá facilmente salvar da queda abrupta para o precipício, agora imaginem que do outro lado vos dizem que não podem agarrar a corda, aliás, vos convencem que não podem agarrar a corda, mesmo sendo a corda a vossa salvação...

não será isto uma espécie de homicídio de quem diz para não agarrar a corda?

assim daqueles homicídios que se praticam quando se convence outra pessoa para matar outra?

ler isto "a transmissão do vírus da sida constitui uma conduta criminalmente relevante?"

2 comentários:

carlopod disse...

sim, é.

pior: estou à espera desta "resposta oficial" para concluir que há até quem esteja pronto a dar-te um pontapé e um empurrãozinho em vez de te atirar uma corda.

subtilezas disse...

esses gajos são dementes!