quinta-feira, janeiro 27, 2005

Sonho

Por mais definições que leia, não consigo ter uma completa que me satisfaça.
Simbolos? Anseios? Intranquilidades? Desejos? etc...etc.... tanta coisa e coisa nenhuma, talvez tudo junto.
Não sei bem, tambem confesso que pouco me interessa arranjar definições. Enfim.

Já é um mau principio falar de uma coisa que não se sabe o que é, não é? mas tambem andamos todos a falar de coisas que não conseguimos explicar que mais um menos um não deve fazer muito mal.

Ando atormentado, tenho as noites para me lembrar isso.
Sonho, sonho muito e pesadelo muito tambem.
Mexo e remexo, dou voltas e reviravoltas a desviar-me de balas e de gatos e coisas afins.

Sempre tive uma relação poética com o meu mundo ónirico, achava interessantissimo ter uma outra personagem dentro de mim que se libertava durante a noite, tal Dr. Jackyll and Mister Hide. Ego e alter-ego, ou coisa que o valha, eu vivia durante o dia e o outro eu durante a noite. Tinhamos um acordo, eu nao me metia com ele ele não se metia comigo, eu não me lembrava dele e ele não se lembrava de mim. E assim vivia Filipe e Epilif duas pessoas da mesma pessoa em perfeita coexistência.

Era assim, agora já não é. Epilif anda-me a atormentar, mister hide aparece, roba-me as personagens, apodera-se do meu sono, desliga-me o despertador e provoca-me transpiros. Para além disto tudo começa a misturar as coisas, leva-me para o seu mundo e arrasta-se para o meu. Perco a noção do real e a memória tornam-se corruptos. Tenho memórias e vivencias que nao sei se as vivi.
Por isso durmo sobressaltado e acordo atrasado, mexo-me muito, refilo com ele em voz alta e tudo.

Ainda não sei o que fazer com ele, só sei que criei um monstro, sugestões são bem vindas...

Sei do carácter simbólico dos sonhos e que muitas vezes ha singnificações mais ou menos universais e que a maior parte dos sonhos só podem ser interpretados por nós próprios, certo.

Então e depois?


2 comentários:

Quem? disse...

"Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança."

antónio gedeão

marilu disse...

Uma explicação... penso que talvez ajude...
Um professor meu, daqueles conceituados e muito científicos
dizia que o sonho,
aquele que temos enquanto dormimos,
é um apagar de informação, para aliviar o cérebro...
Sempre me fez confusão, mas pode ser uma razão!!