terça-feira, setembro 20, 2005

Thru these architect's eyes



All the majesty of a city landscape
All the soaring days in our lives
All the concrete dreams in my mind's eye
All the joy I see
Thru these architect's eyes

db



5 comentários:

a vida passou de raspão e feriu-me de morte disse...

olha pá, as cidades por vezes até são engraçadas...
mas, nas cidades, encontramos sempre muitos homens...
e isso estraga tudo...
por isso, cada vez mais prefiro o campo.
não há nada como sentir a bosta de cavalo a fermentar às 6 da manhã.
bom,
e para dizer a verdade,
chateia-me um bocado a falta de previsão dos arquitectos do "como será" e do "quem utilizará" daqui a algum tempo.
se o corbusier soubesse o que se passa actualmente no Lignon não o teria projectado...

Quem? disse...

A mim chateia-me a generalização e o preconceituismo de quem não sabe viver e olhar as cidades.

a vida passou de raspão e feriu-me de morte disse...

pois...
a mim também me chateia a presunção de quem não sabe o que é o campo e pensa saber o que é uma cidade...
fico-me por aqui, deixando ao cuidado dos outros o não generalizarem quando falam de generalização...

Anonymous 2 disse...

curioso como as pessoas se chateiam por nada...

Anónimo disse...

Quem re-comenta seus males "espenta"! Ahahahhahahahhaha

;)