terça-feira, outubro 10, 2006

cerveja



apenas uns pequenos esclarecimentos:

A CERVEJA ENGORDA?

A cerveja não contém gordura e o seu valor calórico chega a ser inferior ao de um copo de leite. Consumida moderadamente, a cerveja não é factor de obesidade e pode ser um bom complemento numa dieta equilibrada.


Reduzido valor calórico
O valor calórico da cerveja é, em média, de apenas 45 Kcal por cada 100 mililitros, inferior ao de um copo de leite e inferior ao de quase todas as outras bebidas alcoólicas.

Evidências científicas
No estudo científico da University College London, que observou cerca de 2000 homens e mulheres, não foi notada uma relação entre o consumo moderado de cerveja e o aumento significativo da linha de cintura ou do volume de corpo em geral, ou seja, constatou que a cerveja, consumida em doses moderadas, não é factor de obesidade.

Dieta Equilibrada
A cerveja, sendo uma bebida de origem agrícola, possui naturalmente, e em quantidades muito apreciáveis, importantes compostos com propriedades funcionais. Numa altura em que a alimentação ocidental é pobre na maioria dos constituintes da cerveja e excessivamente rica em lípidos, açucares e sódio, que existem em pequenas quantidades na cerveja, esta bebida pode, se consumida de forma moderada e às refeições, ser um óptimo complemento numa dieta saudável.

Consumo moderado
Não devem ser ultrapassados os 20-24 gramas de álcool por dia no caso dos homens (cerca de duas latas/ garrafas de cerveja) e 10-12 gramas por dia no caso das mulheres (equivalente a uma lata/ garrafa de cerveja). O ideal é que a ingestão de álcool seja feita às refeições e que o consumo, se for regular, seja descontinuado um ou dois dias por semana.


Apesar de todas as qualidades desta bebida, nunca é demais alertar para os perigos de um consumo abusivo de álcool, pelo que a responsabilidade e moderação são tónicas indispensáveis quando se fala em beber cerveja.

É VERDADE QUE A CERVEJA DA BARRIGA?


Não. Apesar da quantidade de calorias presente nas bebidas alcoólicas (veja o quadro nesta página), estudos populacionais mostram que homens que bebem têm, em média, o mesmo peso dos abstêmios. No caso das mulheres, até um pouco menos. A famosa barriga de cerveja não passa de mito - ela é, simplesmente, gordura onde o nosso organismo mais gosta de armazenar suas reservas.

5 comentários:

marta r disse...

Com licença, vou sair deste blog porque está a apetecer-me uma super bock.

MMQ disse...

não sei se acredito!
alias eu sempre achei que a minha barriga continua a aumentar por causa das noites no bairro :P

INDIGENTE ANDRAJOSO disse...

o problema nao é a cerveja, mas o que se come com ela, os petiscos, os amendoins, os tremoços, o camarão do rio, etc,etc...

á e a quantidade, porque nunca se bebe so uma, as noites do bairro costumam ser bem regadas...

polliejean disse...

engordando ou nao, é das melhores coisas do mundo. viva a cerveja e o sexo que se tem por causa dela (mesmo que, enfim, isso seja só para as pessoas feias... eh eh)!

Michael disse...

Bebo cerveja que nem um cavalo e nunca engordei por isso... mas também mijo que nem um cavalo