quarta-feira, julho 23, 2008

you will not end up alone...


basta passar junto ao tejo, ou em alguns restaurantes badalados, ou mesmo em sitios com menos habitantes, para ver que esta prática se encontra bastante difundida no nosso pais, é ver carros, de alta cilindrada a apontar para o rio, verdadeiros bolides de amor desta prática tão rejuvenescedora que junta barrigas inchadas com mamas inchadas, rugas com botox, cabelos brancos com cabelos louros... etc...

faz-nos pensar que o amor não tem idade e que na vida nada tem fim... e que gerontifilia não é assim uma palavra muito difícil de dizer...

1 comentário:

zeh disse...

ah, e esqueceste-te de referir as maravilhosas e frequentes uniões apaixonadas de brasileiras "curváceas" a portugueses de meia idade (também eles geralmente curváceos, mas mais na zona da barriga)... Como se costuma dizer - deve ser amor, porque interesse naqueles exemplares não deve haver nenhum... :s